Conheça a banda Alma Livre, uma das parceiras do instituto

Formada em 2006, na cidade de São Paulo, o Alma Livre é um grupo de Reggae composto pelos músicos Alves (voz e guitarra), Naldinho (teclados), Chico (teclados), Sabiá (percussão), Kléberson (bateria) e Paulo Vigilatto (contrabaixo). Além do reggae, fazem parte da fórmula sonora do grupo gêneros como o Soul Music e a música nordestina.

Assim como nossa escola, o grupo Alma Livre também é engajado em ações sociais, não somente na teoria, através de suas letras (que pregam o combate a todas as formas de preconceito, a cultura da paz e a naturalidade e o respeito em relação a todas as questões sociais), mas também na prática, através de ações sociais em parceria com institutos como a Rede Social do Centro e o Instituto Playing For Change. Além disso, a banda é criadora do projeto Reggando Vidas, que fortalece a cena da Reggae Music na cidade de São Paulo, e da campanha Deixe brilhar a luz que existe em você, que incentiva mudanças pessoais a fim de criar um mundo melhor para todos.

Após ter vencido concursos, participado da trilha sonora do reality show A Fazenda, feito shows dentro e fora do Brasil, gravado um CD independente e músicas lançadas por gravadora estrangeira, , exibir três videoclipes oficiais na TV, e trabalhado com nomes como Rick Bonadio e Almir Sater, o Alma Livre escreverá mais um capítulo em sua trajetória: no dia 04/07, às 20h, o grupo fará sua primeira live na Internet, através dos seguintes links:

 

-A página oficial da banda no Facebook: https://www.facebook.com/AlmaLivreOficial/

-O canal oficial da banda no Youtube: https://www.youtube.com/c/BandaAlmaLivreOficial/featured

-As redes sociais da Web TV Canal Ricos: https://www.youtube.com/user/djricos29

https://www.facebook.com/webtvcanalricos/

 

Até o final da Live, haverá um QR Code, onde os espectadores poderão doar uma quantia facultativa para o nosso instituto. Lembrando que a apresentação estará disponível para visualização nesses mesmos canais, mesmo após a transmissão ao vivo.

 

 

 

Compartilhe essa história
Categorias
#Tags
Fique por dentro!